Header image alt text


Alguém disse “Eu só queria fazer um musical” e fez!

Podia chamar-se “Sonho de uma Tarde de Verão”, por ter sido por essa altura que a ideia começou a nascer. As criativas Virgínia Gonçalves (coreógrafa) e Mina Leal (encenadora) reuniram ideias e esforços, mas foi essencialmente a paixão pela arte que fez nascer o que passou pelo palco do Fórum Cultural do Seixal , nos dias 10 e 11 de fevereiro.

 “Eu só queria fazer um musical” foi o mote para um musical que reuniu talentos do Grupo de Teatro Almagesto (da AESCA) e das Ginetes (Corpus, Sibilas e Ritmus, do CCRAM). Foram dias de ensaios, de fazer e desfazer, de luta com os meios, contra o tempo, contra o frio, mas todas as dificuldades se dissiparam no palco!

Apesar das participações regulares do ator e encenador António Fragoso nos espetáculos criados pela Prof. Virgínia, este desafio foi totalmente distinto! Ao Almagesto foi pedido um trabalho acrescido de interação com um numeroso grupo de bailarinas, às Ginetes foi pedido que, para além de dançar, representassem e cantassem. Sair da zona de conforto, foi o desafio!

É certo que as Ginetes já se vão habituando ao palco, mas num registo algo diferente! Quando se dança decoram-se passos, treina-se a expressão e desenvolve-se a elegância. Para o musical, as Corpus, Sibilas e Ritmus tiveram que passar por uma audição para as partes cantadas, tiveram de decorar falas, aprender a cantar e dançar em simultâneo… Houve momentos de desconforto, de receio, mas foi uma experiência fantástica!

Quando se acendem as luzes e o espetáculo começa, há uma magia que nos comanda e nos faz sorrir por dentro – É tão bom estar no palco! Alguém disse “Eu só queria fazer um musical” e fez!

Obrigada à Prof. Virgínia que vai lançando estes desafios às suas classes e ao nosso CCRAM, que as apoia e acarinha! Um agradecimento especial à Junta de Freguesia de Corroios, pela cedência do espaço para as audições, ensaios e à Câmara Municipal do Seixal, pela disponibilização do Fórum Cultural, respetivos técnicos e colaboradores.  

O futuro é já ali, no minuto seguinte! Sabe-se lá o que nos reserva!…

 

Texto: Lina BM
Fotografia: Anna Camponês