Header image alt text


Dualidades 2 – Um espetáculo surpreendente!

No último sábado, levámos a cabo o Dualidades 2. Perante um numeroso e entusiástico público, foi desfilando no palco um conjunto de atuações que primaram pela diferença e que pelo seu mérito constituiu uma verdadeira exceção. Perante o grande desafio de fazer música ao vivo tocada, cantada e dançada, o empenho, esforço, entrega, profissionalismo, competência, talento, bom gosto e a criatividade dos construtores deste espetáculo ficaram bem reconhecidos por todos.

A Banda Filarmónica da Pampilhosa da Serra, as classes de dança da professora Virgínia Gonçalves, a Dança Mix, Corpinhos, Corpus, Rítmus, Sibilas, e a classe Movimentus da Escola Secundária Cacilhas-Tejo, num total de quase 150 participantes ofereceram-nos um espetáculo maravilhoso. 

Revelou ainda alguns talentos que estavam escondidos. Duas vozes maravilhosas de duas bailarinas de excelência, a Lina e a Inês, deram também um importante contributo para o sucesso.

Foi bonito poder apreciar este evento do princípio ao fim. E os trabalhos começaram muito antes, com os preparativos para recebermos condignamente os nossos amigos do Grupo Musical da Fraternidade Pampilhosense. Depois, a preparação espaço para o espetáculo e no final o deixar tudo limpo e arrumado tal como foi encontrado. O já bem conhecido “Staff Ginetes” não se poupou a esforços e na despedida ficámos com a certeza que a missão foi cumprida exemplarmente.

Estamos convictos que, também para os jovens da Pampilhosa da Serra, foi um dia bem diferente e agradável. Um dia a conviver com os amigos, numa comunhão de interesses, objetivos e confidências, que só a cultura tem capacidade para proporcionar.

Em agosto passado na Pampilhosa da Serra, aconteceu o Dualidades 1. Agora pudemos todos saborear o Dualidades 2 e no seu final o que mais se ouvia era a pergunta: E para quando o Dualidades 3?