Header image alt text


Dupla de Talentos no pódio do Festival Internacional da Canção, na Bulgária!

As jovens Marta Torres e Inês Santos, alunas da nossa classe Talentos sem Fronteiras, foram premiadas na Bulgária, no Festival Internacional da Canção “Abanico 2017”, que decorreu de 24 a 26 de Março, na capital da Bulgária, em Sófia. Um festival que durou 3 dias com diversas atuações nos vários escalões, que reuniu mais de 100 concorrentes entre os 5 e os 30 anos, oriundos de cerca de 10 países.

A Marta (14 anos) e a Inês (16 anos), representaram o Seixal na Bulgária e foram galardoadas com lugares de pódio – 3º lugar – cada uma no seu respetivo escalão. As intérpretes foram acompanhadas pela sua mentora Ana Cristina Videira, que representou o concelho e o país na mesa de Júri Internacional. O painel de jurados estava representado por vários países: Portugal, Sérvia, Moldávia, Espanha, Itália, Croácia e Roménia.

Ana Cristina Videira, mesmo não podendo votar nas concorrentes de Portugal, viu as alunas passarem duas eliminatórias com apuramento para a grande final do Festival Internacional e refere que “é com muito orgulho que o CCRAM, mais uma vez se faz representar com alunas das suas atividades nestes festivais internacionais e com destaque. Mas mais importante que ganhar é ter uma boa prestação, pois a qualidade desta competição é de excelência, muita exigência e bastante acima da média a que estamos habituados em Portugal. No entanto, todos os alunos da classe Talentos Sem Fronteiras têm muitos ensaios e é com este tipo de resultados que mostram a sua capacidade de alcançar o sucesso!

A classe Talentos Sem Fronteiras ganha cada vez mais consistência por contar com cada vez mais presenças nacionais e internacionais nos Festivais da Canção, onde estes jovens artistas têm vindo a somar cada vez mais prémios.

Rússia, Turquia, Lituânia, Eslovénia, Polónia, Roménia, Malta, Itália, República Checa, Moldávia, Macedónia, Bulgária, Tenerife, etc, são os países onde os cerca de 20 membros desta classe (entre os 5 e os 17 anos) têm passado e levando as cores do CCRAM e do Seixal além fronteiras, tornado-se uns verdadeiros embaixadores da nossa terra!

Também no plano nacional as classificações brilhantes são uma constante. Nos inúmeros festivais em que participaram a regra é serem agraciados com prémios, nas mais diversas áreas: seja nos lugares de pódio, nos prémios de interpretação, nos de melhor música ou melhor letra.

O envolvimento desta classe tem assumido uma magnífica dimensão que, ganha ainda mais valor, quando se toma consideração aos vastos recursos envolvidos, que não têm obtido quaisquer apoios tanto oficiais, como privados.