Header image alt text


Encontro Intercultural – Cada vez mais bonito!

Acabámos de realizar a VII edição do Encontro Intercultural de Saberes e Sabores. Mais uma vez a parceria do poder local democrático com o movimento associativo popular permitiu realizar um evento com um significado e dimensão, únicos no país.

Endereçamos os nossos parabéns aos nossos parceiros, a Câmara Municipal do Seixal e a Junta de Freguesia de Corroios. Mais uma vez se provou que juntos, somos uma equipa vencedora.

Sem dúvida que, só com uma atitude de generosidade, profundo envolvimento e entrega entusiástica por parte dos dirigentes, trabalhadores e colaboradores voluntários das três entidades promotoras, num número que atingiu largas dezenas que prestaram centenas de horas de trabalho, foi possível ultrapassar os enormes obstáculos e a descomunal carga de trabalho que foi desenvolvido.

É justo agradecer ainda a um vasto conjunto de instituições nacionais e internacionais, sejam elas associações de imigrantes, embaixadas ou associações regionais, representando um total de 15 países dos cinco continentes que, com a sua presença e participação ativa, determinaram o sucesso deste evento e consubstanciaram a razão última da sua realização.

Durante cinco dias, realizaram-se inúmeros espetáculos, workshops, exposições, colóquios e debates que duraram mais de 50 horas, cujo grande sucesso se deveu a inúmeros artistas e classes representativas de instituições convidadas. Também para todos eles o nosso muito obrigado.

Ao longo destas sete edições, o empenhamento do CCRAM tem sido muito profundo envolvendo a generalidade das suas estruturas e departamentos e de largas centenas de colaboradores e praticantes.

Nesta VII edição, na área da preparação é justo destacar o papel desempenhado pelos elementos da Direção, Doroteia Costa e Margarida Grossinho, bem como pelas nossas funcionárias da Secretaria, a Francisca, a Catarina e a Teresa que fizeram um trabalho fantástico.

No aspeto da execução propriamente dita, há que referir o relevante papel dos Departamentos de andebol que garantiu o funcionamento do restaurante, de atletismo com o seu stand de doces, de corfebol que serviu os lanches a todos os artistas participantes e fez uma demonstração da modalidade em frente ao pavilhão, dos bordados e artes decorativas que expuseram os seus trabalhos e do Moinho Sábio que também se envolveu em várias vertentes.

Na área do espetáculo que decorreu entre o dia 19 e o dia 23, deve ser realçado o papel dos apresentadores, Cristina Videira, António Fragoso, Joana Videira, Joana Gomes e Carla Pereira que emprestaram um brilho especial e cativou tudo e todos.

Torna-se imperativo ainda manifestar a nossa gratidão ao Grupo de Arte Musical As Cores, às Joanas, ao grupo de teatro Almagesto, aos professores e alunos da Escola de Música Tradicional, que desempenharam um papel destacadíssimo, às classes de dança, Dança Mix, Corpus, Sibilas, Ritmus, Salsa, Sevilhanas,  Wild Cats e Block System do Moinho Sábio, à classe de ginástica Especial Representativa e às classes de ballet. Estas classes garantiram grande parte dos vários espetáculos realizados e prestigiaram a nossa terra junto de pessoas oriundas das mais variadas culturas e civilizações à escala planetária.

Sem dúvida que esta VII edição foi a mais conseguida de todas as até hoje realizadas. Pela qualidade e diversificação dos participantes, pela quantidade de público presente, pelo grau de organização conseguido, este ano a fasquia ficou muito alta.

Esperamos que para o ano, essa mesma fasquia ainda fique uns furos mais acima. Ainda mal acabou a edição deste ano e já nos estamos a preparar para a próxima. É com esta atitude positiva e entusiástica que, nos últimos milénios, a humanidade tem progredido e alcançado os grandes sucessos de que todos nos orgulhamos.