Header image alt text


O CCRAM no Encontro intercultural

Ano após ano, o Encontro Intercultural de Saberes e Sabores tem mobilizado todo CCRAM. Trata-se de um evento de grandes dimensões, com uma enorme variedade de atividades que exige um profundo envolvimento de centenas de pessoas.

As três instituições parceiras que garantem a sua realização, completam-se e em conjunto, constroem um evento que nenhuma delas por si só, teria capacidade para levar a cabo.

Da nossa parte, envolvemo-nos na generalidade dos trabalhos realizados com maior incidência na preparação e execução dos diversos espetáculos realizados, a maioria dos quais ficaram sob a nossa coordenação. Muitos deles foram mesmo assegurados por classes do CCRAM. Assumimos também a coordenação das bancas, workshops, animação, atividades desportivas, atividades literárias, etc. Participámos em todo o processo de distribuição dos stands, desde a sua inscrição até à sua atribuição.

Além dos cerca de 20 voluntários que se disponibilizaram a colaborar neste evento, participámos com cerca trinta classes e departamentos que asseguraram uma parte importante dos serviços prestados, tendo mobilizado cerca de 300 participantes. Estivemos envolvidos na gastronomia, com o andebol, o atletismo e o corfebol; na receção aos grupos franceses com o Rancho Folclórico; nas exposições de artesanato, com as nossas classes de pinturas, bordados, Moinho Sábio, Arte e Design e alguns associados a título individual; na animação com o Artes e Magias; nos diversos espetáculos onde inúmeras classes de Cultura, Dança, Ginástica e Artes Marciais, ofereceram ao numeroso público presente um alargado conjunto de atividades, com uma qualidade e um talento que deram nas vistas.

Recebemos um numeroso grupo de participantes que veio de França. Aqui passaram um fim-de-semana no nosso convívio. Apesar das condições oferecidas não terem sido as melhores, ninguém poderá dizer que as gentes do Alto do Moinho, de Corroios e do Seixal não são hospitaleiras.

Estamos assim de parabéns e é com todo o prazer que felicitamos e agradecemos a todos os nossos associados, amigos e colaboradores pelo magnífico trabalho desenvolvido. Mais uma vez prestigiámos a nossa coletividade e a nossa terra. E isso devemo-lo aos nossos associados, aos nossos dirigentes, aos nossos técnicos, aos nossos praticantes, enfim a um vasto coletivo de pessoas motivadas e entusiasmadas que estão dispostas a irem até ao fim do mundo se necessário for.

Foi o esforço, a dedicação e a tenacidade deste grande conjunto de pessoas que construíram esta edição do evento, considerado por muitos como aquela que foi mais bem conseguida entre as realizadas até hoje. 

Foi uma prova de vitalidade impar na nossa região. Sabemos que hoje, com os parcos meios de que dispusemos, nenhuma outra instituição da nossa região teria esta enorme capacidade de realização.

Daí aparecerem alguns com pedras nos sapatos que têm muita dificuldade em descalçar. Gente que se empenha em denegrir, em deitar abaixo, em dizer mal. Não conseguem evitar manifestações de inveja e dor de cotovelo que têm tanto de descabido como de tacanhez. Mas desses, a vida se encarrega de os depositar no caixote do lixo da História. Pela nossa parte continuaremos a trabalhar como sempre o fizemos. Concentrados no objetivo, com humildade, com dedicação, com entusiasmo, continuaremos a fazer o nosso melhor.

Pela qualidade do nosso trabalho e pela dimensão das tarefas realizadas, assumimo-nos como um parceiro de corpo inteiro na realização anual do Encontro Intercultural de Saberes e Sabores, cuja participação se tornou incontornável.

Muito obrigado a todos!