DEFESA PESSOAL | Entrevista ao instrutor Sandro Cabrita


Defesa Pessoal ou Kapap, é uma modalidade do CCRAM lecionada pela instrutor Sandro Cabrita desde o seu início. Na nova época que inicia a 1 de Setembro, esta modalidade é também estendida a crianças dos 8 aos 15 anos.

Fizemos uma pequena entrevista ao instrutor, para conhecermos um pouco mais desta modalidade e ficarmos a conhecer os benefícios para o nosso bem-estar, segurança, de que forma esta arte nos pode ajudar a ganhar mais confiança, e também, a quem se destina.

CCRAM – Numa frase, como descreve a Defesa Pessoal?

Sandro Cabrita – “Para que o mal vença, basta que os bons nada façam!”

CCRAM – Quais são os principais benefícios desta modalidade, e a partir de que idade é recomendada a sua prática?

SC – Pode-se começar a praticar a partir dos 8 anos. Os principais benefícios são, efetivamente, ganharmos auto-confiança para nos protegermos em caso de necessidade, mas durante os treinos também fazemos exercício físico, ganhamos mais segurança, aprendemos a ter respeito ao próximo e aprendemos a defender-nos de situações de rua reais.

 

CCRAM – De que forma a Defesa Pessoal nos pode ajudar a ganhar mais confiança?

SC – Esta modalidade ajuda-nos a ganhar confiança à medida que vamos aprendendo variadas técnicas de Defesa para intervir em qualquer tipo de situação que nos surja no nosso dia a dia, o que nos vai fazer reagir de forma diferente, mais preparada e mais controlada numa situação de stress.

 

CCRAM – Fale-nos um pouco da sua ligação com o CCRAM, da sua experiência a dar aulas e do envolvimento desta modalidade.

SC -Eu sou Instrutor de Kapap / Krav Maga e Formador Internacional de Safty & Security, reconhecido pelas Nações Unidas. Sempre quis poder trabalhar num grande Clube, e fui muito bem acolhido pelo CCRAM, tanto, que me dediquei a dar aulas apenas nesta casa, que também já considero a minha casa, onde temos todas as condições para poder dar aos alunos as melhores e mais variadas modalidades.

CCRAM – Apesar dos treinos serem de contacto físico, que regras/medidas são tomadas para que os praticantes se sintam seguros a praticar esta modalidade no contexto atual?

SC – No contexto atual, temos a aula limitada a apenas 8 participantes, para haver mais espaço entre os alunos e se respeitarem as distâncias de segurança. Usamos máscara durante a aula, e será sempre pedido o certificado de vacinação ou teste negativo. A sala de treino é também bastante arejada para haver circulação e renovação de ar.

CCRAM – Que mensagem quer transmitir a quem nunca experimentou a prática de Defesa Pessoal, mas que tem curiosidade?

SC – Para quem nunca experimentou a Defesa Pessoal, pode ter curiosidade mas também algum receio. Gostava que tivessem em mente que esta prática não é um desporto, é sim uma ferramenta que pode nos ajudar, pode ajudar outra pessoa, um amigo ou familiar em situações complicadas. Hoje em dia é cada vez mais comum, infelizmente, estarmos sujeitos a sofrer algum tipo de violência: seja verbal, física ou psicológica.  Com estes conhecimentos e a prática da Defesa Pessoal vamos estar preparados para reagir, só depende da vontade de se preparar. Mais vale saber e não precisar, do que precisar e não saber.

Muito obrigado, instrutor Sandro pela sua disponibilidade para esta entrevista e votos de uma excelente época 2021-22.

Convidamos todos a experimentar a prática da Defesa Pessoal, a primeira aula é gratuita!